Informações educativas

sábado, 26 de maio de 2018

Gasolina em Mocambo, Guaraciaba, esta acabando

Informacoes repassadas ao blog de um de seus 22 leitores dao conta que a gasolina esta acabando em Mocambo.

Desta forma quem quiser se prevenir... Em Croata os postos estao sem nem uma gota.

Barra do Sotero: Vereador Erivan trabalha intensamente em melhorias para o distrito


O vereador Erivan Bezerra, do distrito de Barra do Sotero não se cansa de trabalhar. Ele pediu e o prefeito atendeu a vários pedidos seus, como a reforma da ponte da Barragem que agora está recebendo os visitantes de outras localidades para banhos, bem como reforma de estradas, calçamentos, etc.  



As estradas que ligam o distrito ao Sítio Carnaubinha e ao sítio Vazante estão sendo reformadas graças  a seus pedidos junto a administração municipal. O vereador sabe que melhores estradas é muito importante para o acesso e tráfego de veículos, daí sua insistência neste assunto.



A questão de calçamentos e outro fator que muito tem preocupado o vereador, tanto que também o distrito foi contemplado com mais investimentos neste setor. 


Contas públicas, reajustes do piso do magistério, crescimento da receita para pagar salários, etc.

Nos últimos meses assiste-se em todo o país uma pressão dos professores pela incidência linear de 6,81% de reajuste do piso do magistério, percentual este calculado a partir do Parágrafo Único do Art. 5º da Lei 11.738 (crescimento valor-aluno das séries iniciais urbano). 

Porém, como as matrículas estão em queda a cada ano, sempre o reajuste do piso vem sendo maior do que a receita do Fundeb (20% de impostos). De acordo com a Confederação Nacional de Municípios, de 2010 a 2018 o piso cresceu 158,46% enquanto que a receita para pagar cresceu apenas 100,56%. Daí que a conta não fecha.

Pois bem, a lei 11.738/08 diz no Art. 2º que o piso é para os professores que possuem o nível médio (curso Normal), a lei não estipulou piso para quem tem nível superior. Neste ano de 2018 o valor mínimo pago a um professor por 20 horas é R$ 1.227,67 diz a Portaria MEC nº 1595/17. Quem ganha acima disso, já ganha o piso.

A questão não se dá pela valorização do professor, porque é claro que o salário deste profissional é baixo. A questão que se coloca é orçamentária, é a falta de dinheiro, crescimento da despesa e o limite de gastos da Lei de Responsabilidade Fiscal que é duríssima com os gestores. A receita do Fundeb vem de 20% de tributos e redistribui de acordo com a matrícula a partir de seu valor mínimo nacional. Se cai matrícula, cai o dinheiro, se a matrícula se eleva, o recurso cresce, é uma lógica.

Uma professora relatou ao blog que em Nova Russas o reajuste foi 7,5% ao professor e lá, "valorizam o professor". Pesquisando, lá deram percentual inferior em 2017 e prometeram a diferença este ano. Olhando o relatório do Tribunal de Contas (p. 21), percebe-se que Nova Russas gastou em média 59,32% com pessoal em 2017 quando o máximo deve ser 54% (alínea b, inciso III, Art. 20 da Lei 101/00). É claro que daqui a pouco lá vai atrasar salários, não tem outra saída, mas vale salientar que o Fundeb de lá cresceu quase 2 mi em função das matrículas (Port. Interministerial 08/16 e 10/17).

Disseram que em Reriutaba, o prefeito foi democrático, negociou com o pessoal, etc. O blog foi então olhar o relatório do Tribunal de Contas (p. 21) para ver se lá tem este dinheiro todo mesmo (porque a Confederação de Municípios diz que o problema da receita é geral). No primeiro quadrimestre de 2017 Reriutaba gastou 53,01% com pessoal, no segundo aumentou para 59,32% e no terceiro, 62,17% que em média foi 58,17% ou seja, afrontou a LRF. Vai faltar dinheiro, não tem outro jeito. Lembrando que os 60% com gastos de professores deve estar dentro dos 54% do total dos gastos da prefeitura. 

O que este técnico quer dizer é que não adianta querer agradar agora, ser bonzinho e mais tarde faltar dinheiro para pagar os funcionários em dias, como fatalmente ocorrerá com estes municípios que estão elevando seus gastos sem observar a fonte de receita, bem como a Lei de Responsabilidade Fiscal, além da manutenção da educação já que estão comprometendo consideravelmente a rubrica orçamentária dos 40% do Fundeb. 

Conta de luz terá bandeira tarifária mais cara em junho

As contas de luz em junho terão bandeira tarifária vermelha no patamar 2, o maior patamar entre as faixas tarifárias. Com isso, haverá cobrança extra nas contas de luz de R$ 5,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A cobrança da nova bandeira foi anunciada hoje (25) pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).
De acordo com a Aneel, a decisão foi tomada em razão do fim do período chuvoso e a redução no volume dos reservatórios das usinas hidrelétricas. Com isso, há a necessidade de usar energia produzida pelas usinas termelétricas, que têm maior custo de produção.

Rodovias federais no Ceará estão interditadas em 12 pontos, diz Polícia Rodoviária


As paralisações ocorrem em todo o País. No Ceará, diversos pontos se encontram parcialmente interditados ou com pontos de lentidão por conta das manifestações de caminhoneiros nas estradas.

A Polícia Rodoviária Federal informou 12 pontos de interdição em rodovias federais do Ceará. Disse ainda que estão tendo passagem bloqueada somente veículos de carga. Os trechos são:

BR-116: Km 15, em Fortaleza; Km 18, no Eusébio; Km 70 em Chorozinho; Km 168, em Russas; Km 215, em Tabuleiro do Norte; Km 247, em Alto Santo; Km 500, em Brejo Santo e km 545, em Penaforte.     

BR-222: Km 334, em Tianguá; Km 249, em Sobral

BR-020: Km 308, em Canindé

BR-304: Km 47, em AracatiRedação O POVO Online 

ssociação de caminhoneiros pede à categoria para desbloquear estradas


Associação Brasileira dos Caminhoneiros divulgou um comunicado nesta sexta-feira (25) no qual pediu que a categoria desbloqueie as estradas. O comunicado foi divulgado após o presidente Michel Temer acionar as Forças Armadas para liberar as vias bloqueadas.

Segundo o ministro da Defesa, Joaquim Silva e Luna, os militares atuarão de maneira "enérgica" para desobstruir as rodovias.

"Após o pronunciamento do presidente da República, Michel Temer, no início da tarde desta sexta-feira, 25, a Associação Brasileira dos Caminhoneiros – Abcam, preocupada com a segurança dos caminhoneiros envolvidos, vem publicamente pedir que retirem as interdições nas rodovias, mas, mantendo as manifestações de forma pacífica, sem obstrução das vias", diz o comunicado da associação.


Ministro do Supremo autoriza força e multa contra greve dos caminhoneiros


Alexandre de Moraes concedeu medida cautelar solicitada pelo governo; multa é de R$ 10 mil por dia. Ele suspendeu decisões que impeçam desbloqueio e reintegração de posse de rodovias.

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu uma liminar para proibir o bloqueio em rodovias e autorizar o uso de força da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Militar e da Força Nacional caso isso seja "imprescindível". 

Na ação, proposta pela Advocacia-Geral da União, o magistrado também autorizou a cobrança de multas para quem descumprir as ordens.

As multas que o ministro autorizou são de R$ 100 mil por hora "às entidades responsáveis, por atos que culminem na indevida ocupação e interdição das vias públicas, inclusive acostamentos" e de R$ 10 mil por dia para cada manifestante "que se recuse a retirar o veículo que esteja obstruindo a via pública ou proprietário do veículo que esteja obstruindo a via pública", por descumprimento das ordens da liminar.


sexta-feira, 25 de maio de 2018

Governador de SP mandou multar caminhoneiros

Em vídeo exibido no portal do governo de São Paulo, o governador Márcio França informou que determinou à Polícia Rodoviária que passe a multar os caminhoneiros que fecham as estradas.
Os organizadores dos bloqueios estão sujeitos a multas de até R$ 17.608,20. Para os motoristas que interrompem a circulação de veículos op valor da multa é de R$ 5.869,40.
Nos dois casos há um par de punições adicionais: remoção do veículo e suspensão da carteira de motorista por um ano.

Corte etário na educação infantil: STF dá continuidade ao julgamento

O Supremo está julgando uma polêmica acerca do corte etário de 31 de março como marco para matricular crianças no ensino infantil. 

Como alguns contestam, o governador de Mato Grosso solicitou declaração de constitucionalidade e a tendência, é que os ministros concordem com o MEC. 

Gasolina em Croatá acabou

Ainda bem que na Betãnia tinha um restinho lá no Posto do Zé Maria. O caminhão que abastece não está conseguindo trazer de Fortaleza...

Em Croatá, no posto da entrada e no do centro, nem uma gota. Só ficou gasolina no posto lá perto da Escola Flávio Rodrigues.

Homem é preso em Carnaubal por manter esposa e filhos trancados em casa


Um homem foi preso pela PM por crime de cárcere privado no município de Carnaubal. O fato ocorreu na tarde desta quinta (24), na rua 16 de setembro. 

Policiais Militares do Destacamento local receberam denuncias de que um homem mantinha preso dentro de casa a esposa de 25 anos e dois filhos pequenos desde a noite anterior. O homem foi identificado como Francisco de Assis Santos, 26 anos. 

Após constatarem o fato, os policiais tentaram convencer Francisco a liberar sua família, entretanto o homem se negou a cooperar e os PMs tiveram que entrar na casa. 

A família foi liberada e o homem foi preso e conduzido a Delegacia de São Benedito, onde foi apresentado ao Delegado Dr. Anastácio, sendo em seguida autuado por crime de Cárcere Privado. Em sequencia foi recolhido a Cadeia Pública de Carnaubal. Fonte: Ibiapaba 24 horas

As Galinhas Filosóficas


Quatro pessoas são presas por furto de energia em Tianguá

Foram detectados quatro "gatos" em duas casas e dois comércios. Os funcionários da Enel comunicaram a polícia civil e os infratores foram presos.

Roubo de energia elétrica dá pena de cadeia de um a oito anos.

Alunos a caminho da escola é alvo de assaltantes em São João, serra de Ipu


Na manhã desta quarta-feira (23/05), por volta dás 05h40, uma dupla de bandidos portando uma arma de fogo, conduzindo uma motocicleta preta 125cc, assaltou vários estudantes a caminho da escola, na região serrana de Ipu (CE).

Alunos que se dirigiam para aguardar o transporte escolar ou que estavam no ponto de espera, tiveram seus seus aparelhos celulares tomados de assalto por dois indivíduos não identificados. As investidas da dupla se deram nas localidades de Sítio São João, Baixa Larga e Cachimbo.

Os bandidos de arma em punho aterrorizaram os estudantes, teve aluna com arma encostada na barriga, outros com arma apontada pra cabeça, tendo seus aparelhos celulares e até dinheiro subtraídos pelos "anjos do demônio". Os estudantes estão em estado de choque ante ao que passaram. (Repórter Francisco José)


‘É locaute’, diz Jungmann sobre caminhoneiros

O ministro Raul Jungmann (Segurança Pública) afirma que não é correto chamar a paralisação dos transportes de cargas de greve dos caminhoneiros. “Isso é, claramente, um locaute”, disse ele, empregando o termo que tem origem num vacábulo da língua inglesa (lockout) e significa a paralisação de empresas pelos próprios patrões. Algo que é probidio pela legislação brasileira.
“Pelas informações que tenho recebido, o movimento se caracteriza como um locaute, capitaneado por grandes empresas distribuidoras que querem manter suas margens [de lucro]”, acrescentou Jungmann. “É evidente que há a participação de caminhoneiros autônomos. Mas o movimento não teria tomado as proporções que tomou se não houvesse a participação, o apoio e o comando das empresas.”
Para reforçar suas declarações, Jungmann contou: “A Polícia Rodoviária Federal vem sendo acionada, em vários locais, para realizar a escolta de caminhões. Mas não compete aos policiais rodoviários convencer os motoristas a levarem as cargas. E as empresas se negam a convencer seus funcionários ou prestadores de serviço a levarem as cargas.”
Premido pela crise, o governo se mexe em duas frentes. Numa, o Planalto negocia uma trégua com líderes da paralisia. Noutra, a Advocacia-Geral da União recorre ao Judiciário para impedir o bloqueio de estradas. Já ajuizou três dezenas de ações. Por ora, obteve 19 liminares autoriozando o uso de força policial para desobstruir as estradas.

Entenda por que o combustível aumentou no Brasi

A variação do preço dos combustíveis no Brasil, acompanha a valorização do dólar e o encarecimento do petróleo no mercado internacional além dos impostos federais como PIS, PASEP, Cide e Cofins. No caso da gasolina, esses tributos somados correspondem a 16% do preço final da gasolina. Para o diesel, são 13%.

Já a nível de Estado é o ICMS, que varia de Estado por Estado. 

O custo da gasolina consumida no Brasil também leva em conta o preço do etanol anidro, que é adicionado à gasolina A para formar o combustível que pode ser encontrado nos postos do país, chamado gasolina C. Em cada litro do combustível há 73% de gasolina A e 27% de etanol, que custa 11% do preço total da gasolina revendida aos motoristas.

No caso do diesel, há um teor de 10% de biodiesel na mistura vendida aos consumidores. (O Povo)